Sunday, August 30, 2015

DISORDERS OF SEXUALITY

DISORDERS OF SEXUALITY


        Darei início, depois de uma coleta de dados, informar sobre este dito complexo tema, pela visão da Arte Médica, pelo enfoque Psiquiátrico, e depois muito resumidamente, uma explanação da personalidade e da sociabilidade do homossexual e dos casamentos prematuros, pelo enfoque científico, isto é, Positivo, no contexto da Doutrina Positivista, no que tange a Moral e a Sociabilidade, destes núcleos patológicos de humanos.   

Podemos dividir  os Transtornos Sexuais  em dois grandes grupos, os das perturbações das relações sexuais normais, isto é, a Impotência, a Frigidez e o Onanismo; e as Perturbações Sexuais, tais como: Exibicionismo, a Pedofilia, a Sodomia, o Fetichismo, o Sadomasoquismo, a Necrofilia, a Cleptomania, o Transvestismo e a Homossexualidade.

Vamos nos deter na Homossexualidade, que é a atração erótica por pessoas do mesmo sexo. Caso formem pares de homens ou mulheres homossexuais ativos, que se unem com companheiros ou companheiras, mais positivos. Homossexualidade pedofílica: atração de homens adultos por rapazes.

            Podemos qualificar a homossexualidade em dois grandes grupos:

A)   Homossexualidade congênita-constitucional: Em resumo podemos ainda como não frequentes, displasias intersexuais; em homens: estigmas corporais femininos, e sobre tudo formas de expansão e tendências femininas (brincar com bonecas, bordar, etc.  ); nas mulheres: constituição física do tipo masculino, inclinação para as profissões  e interesses varonis. O homossexual congênito não sofre por seu transtorno. Nos casos típicos deseja como companheiro, um indivíduo do mesmo sexo e sexualmente normal (o homem homossexual deseja o homem normal). Existe a tendência a instabilidade social.

B)   Homossexualidade adquirida: Se observa de preferencia em personalidades de tipo infantil e com  retardo do desenvolvimento mental, para o lado da idiotia. Transtorno do desenvolvimento sexual, devido a frequência, a uma intensa fixação e sedução materna ou paterna: o horror a incesto, se desloca para outras mulheres ou homens, segundo o caso; o Paciente sofre  por sua perversão e constantemente recorre aos psiquiatras e/ou aos psicólogos. Existe uma forte tendência a instabilidade social.

A medicina tem sugerido a psicoterapia profunda ou psicanalítica, mesmo com escasso resultado, especialmente na homossexualidade – facilitar uma socialização; normalmente por sedação medicamentosa, do impulso sexual. Em caso de indivíduos de alta periculosidade, sobretudo nos pedófilos, sugere-se a reclusão em hospícios ou a castração.

    Esta sugestão drástica, só é indicada, aos sexuais perversos, psiquicamente pouco diferenciados e rebeldes a TODA OUTRA TERAPIA. A INTERVENÇÃO CIRÚRGICA, NÃO DEVE SER PRATICADA ANTES DOS 25 ANOS,  E SÓ COM O CONSENTIMENTO DO PACIENTE.    O EFEITO SE APRESENTA AO CABO DE 3 A 9 MESES. Deste ponto de vista Moral Teológico e Moral Científico, não existe objeção alguma, quando a indicação é correta. É preferível tratar desta forma do que enviar o doente de manicômio, para um reformatório de prisão normal, onde o pobre do paciente vai Ter que usar “sainhas”, para satisfazer os tarados, normalmente com o vírus da AIDS, que cumprem penas de morte, roubo e etc.

    Quanto às consequências físicas e psíquicas da castração, vou deixar registrado, pois a fonte bibliográfica cita, e tenho a impressão que os interessados também, gostariam de tomar conhecimento: As consequências físicas são a obesidade, distribuição feminina das gorduras e dos cabelos; transtornos vegetativos – sufocações, crises sudoríficas, vertigens, transtornos circulatórios; dores nas regiões genitais, transtorno do apetite e do sono, hipertensão e envelhecimento prematuro.

Quanto as consequências psíquicas, podemos citar a diminuição da intensidade dos instintos egoístas – nutrição, sexo, orgulho, vaidade, destruição, construção e a posse - tranquilização geral e Sociabilização – instinto Altruísta. Os pacientes castrados se mostram mais disciplinados, mais estáveis, mais laboriosos. Entretanto podem apresentar hipocondria, disferia, adinamia, conduta litigante, irritabilidade e suscetibilidade aumentadas, sentimentos de inferioridade, ideias de prejuízo e depressões. A apreciação destes transtornos, influi na personalidade básica e na atitude geral do indivíduo, no campo da sociabilidade.   

Esta visão de cunho restrito, pela observação, da Arte Médico Psíquica, já demonstra  o distúrbio na “ALMA OU PSIQUE OU MENTE” dos homossexuais.

Por uma visão mais geral, podemos constatar, que desde de que na animalidade, quando os sexos se separaram, sobreveio a necessidade de um estímulo interior, a fim de aproximar os dois entes, que devem concorrer para o grande fenômeno biológico da perpetuação da espécie. Sem ele, que necessita ser suficientemente enérgico, as espécies tendem a desaparecer.

Este estímulo constitui-se assim, como uma função indispensável, bem caracterizada, e como toda função, não pode deixar de ser exercida, por um órgão particular, correspondente ao instinto sexual ou da conservação da espécie.

       Nem todos os seres vivos exigem, para sua reprodução, a separação dos sexos, Em muito os dois sexos se encontram no mesmo indivíduo; são sexualmente ambivalentes, hermafroditas ou monoicas, e é este o caso mais comum dos vegetais. Não podemos nos esquecer  o fenômeno da partenogênese; que não exige a fusão de dois elementos celulares, para a reprodução do novo Ser.

A reprodução, este grande fenômeno biológico, é um dos que mais tem despertado a curiosidade científica. Mas será ele mais misterioso, com os seus códigos genéticos, que a simples gravitação planetária? E até hoje, já se chegou a desvendar o mistério da gravitação planetária? Dela nada mais sabemos além das Leis Naturais de Kepler e de Newton, que apenas nos revelam como os corpos celestes gravitam, e jamais por que gravitam; nem nos dizem nada sobre a intima natureza do fenômeno, que os faz percorrer eternamente as mesmas órbitas, com apenas fracos limites de variação.

        E quais as Leis Naturais, até hoje conhecidas relativamente aos fenômenos de reprodução, aliás, muito mais complexos, que o da simples gravitação, por ser um fenômeno biológico?

Podemos afirma que NATURALMENTE é apenas um: todo ser vivo provém de outro ser vivo semelhante. A Clonagem não é uma reprodução Natural. É uma aberração artificial. Não é Moral.

Todas as outras Leis mendelianas ou não, representam apenas, uma tantas particularidades interessantes dos fenômenos de reprodução, mas sem este caráter geral, isento de exceção, que caracteriza as verdadeiras Leis Naturais. Esta constância invariável salvo no grau de realização) é que lhes dá  esse caráter de uma fatalidade imutável e intransponível.

O que podemos constatar é que a reprodução diforma, é o modo mais comum, entre os vertebrados, principalmente entre os vertebrados superiores, enquanto entre os invertebrados, os moluscos, os crustáceos, etc., onde se frequentemente se observa o hermafrodismo e as partenogêneses.  Existem outras formas de reprodução, mais simples , em seres inferiores  a estes citados; como nos vegetais a esporulação, a germinação e a simples divisão, observadas nos seres unicelulares, isto é, nos microrganismos. Quanto aos vegetais, basta muitas das vezes um galho, um pedaço de troco ou de raiz, ou mesmo uma folha..

De posse destes dados duas indicações  gerais podem ser colhidas:

A)   Quanto mais evoluído o Ser, quanto maior o número de órgãos, que o compõem, quanto mais a sua organização é diferenciada, mais exige a unidade total, e mais especializado, se torna  o fenômeno da reprodução.

B)   A separação dos sexos, constitui um aperfeiçoamento do fenômeno, o que fica mais claro, reconhecendo-se que ele marca o ponto de partida, de uma existência superior, a existência social, que tem aí a sua origem, mais rudimentar e mais remota.

Na realidade, a separação dos sexos, exige um concurso, que supõe a separação dos ofícios, para certo resultado comum. É uma associação a dois; logo seguida da incorporação de um terceiro ente, quando o produto desta associação rudimentar  - os filhos – necessitam de proteção, mesmo quando só por pouco tempo. Surge assim uma terceira função, exercida por outro órgão, correspondente ao instinto materno ou de posse.

           Desde então  constitui-se , com todos os elementos, o primeiro grau desta existência social – A FAMÍLIA, cujo fundamento está, assim na própria constituição  biológica do animal. No entanto, estes dois instintos, assim como o nutritivo, são exclusivamente pessoais. Pontos de partida  de uma existência superior, eles nunca chegariam a constitui-la, se não surgissem  outros instintos que conduzissem o animal  a Ter uma existência  menos egoísta. Por isso, ao lado do instinto sexual, surge o apego, amor entre AQUELES QUE ESTÃO EM UM MESMO PLANO - não são entre iguais - igualdade só de oportunidade; e finalmente ao lado do instinto materno, surge a bondade – amor para com as crianças.

            Um fenômeno pode supor ou exigir outro, sem no entanto derivar desse outro. Poderíamos assim, conceber sem dificuldade, que o apego e a bondade, surgissem  sem a necessidade dos estímulos sexual e materno; dadas umas tantas circunstancias, ou condições mais favoráveis da natureza animal.. O certo é que existe uma afinidade intima entre os dois instintos altruístas e os dois instintos egoístas, como se pode observar , ainda hoje na espécie humana.

Uma relação semelhante entre o instinto nutritivo e a veneração – amor ao superior: o filho tende sempre e espontaneamente a venerar, por gratidão, os seres que primeiro os nutrem e protegem.

Já dizia Teixeira Mendes, que o sorriso do  lactente é a primeira oração que ele  dedica à sua Mãe.

Tais são os verdadeiros fundamentos biológicos da Sociabilidade Animal, cujo completo desenvolvimento, nos três graus: Família, Pátria e Humanidade teriam de caber a espécie superior.

Mas nós mesmo sabemos muito bem , mesmo com a nossa experiência, que a maior energia é dos instintos egoístas (nutrição, sexo, orgulho, vaidade, construção, construção e o de posse); assim como o seu maior número em relação aos instintos altruístas (Veneração, apego e bondade), na proporção de sete para três, o que tornou a evolução social, cheia de grandes dificuldades; às vezes, se transformam, ainda em nossos dias, em verdadeiros cataclismos.

A própria inteligência humana, junta a dificuldade, moral a dificuldade intelectual; sendo a influencia desta, muitas vezes perturbadora, mantendo este “ fatal divórcio, entre  a inteligência e o sentimento; que constitui a principal dificuldade humana. (Política Positiva Vol. I, pagina 611. Augusto Comte.  

Pelo que já foi dito, não deixa dúvida, que o instinto sexual, é depois do instinto nutritivo, o mais egoísta, o mais enérgico e o mais perturbador entre todos os outros.  

Por isso, a disciplina no seu uso e na sua forma de uso, deve ser muito bem  definida e educada para não vir perturbar a evolução da Humanidade e nem criar transtornos de formação amoral nas gerações seguintes.

            Sendo a Família o primeiro núcleo social, ela deve ser muito bem estruturada, para educar seus filhos à um nível Altruísta, para que ocorra  a maximização do AMOR, onde os primeiros passos do ser humano, recebe os primeiros tratamentos psíquicos, de carinho materno, de bondade no seio da Mãe; sem nenhuma intenção sexual.

            Como podemos concordar com esta aberração, de casais homossexuais, criarem ou adotarem “filhos”. Não há dúvida que estas crianças sairão altamente egoístas, anti sociais, violentas e taradas por sexo, à todo momento.

            Analisando por absurdo, caso todos os seres  de uma hora para outra , se tornarem homossexuais, a nossa espécie não perpetuaria, acabaria. A homossexualidade é danosa, para a evolução da Humanidade.

            Já tivemos no passado, como no período da decadência do Império Romano, a predominância da Amoralidade, dos bacanais, dos  homossexuais, frequentando os palácios romanos, criando as mentiras, os ódios, os elogiando o orgulho e a vaidade dos fracos do poder; período da queda moral, que colaborou com a destruição da sociedade romana, devido a esta tolerância e na Grécia Antiga  a plena aceitação provocando, com certeza o desequilíbrio social.

           Outros fatores que o sexo afeta, se mal utilizado, listo a seguir: 

            O casamento dos muitos jovens, onde ainda não ocorreu a completa formação da estrutura do DNA, isto é, dos cromossomas   femininos e masculinos, com certeza geram espécies  descendentes atrofiadas física e mentalmente.   O ideal, segundo os  estudos de Augusto Comte, ao estudar as Civilizações pelo Mundo, percebeu que onde as jovens se casavam muito sedo  o comportamento psíquico da IDIOTIA predominava na comunidade.  Segundo este estudo, o ideal seria a  Mulher estar com 26 anos e o Homem com 28 anos. Nota: Os fazendeiros, não cruzam novilhas com menos de 2 anos, com touro de qualquer  idade. Por que? Porque A cria – o bezerro, nasce atrofiado. Não atinge o peso, para dar ganho econômico em 2 anos. É mais susceptível a doenças. No topo da escala biológica, na reprodução humana, também ocorrem mutações de  muitas ordens, por este efeito da fecundação precoce.    

O sexo torna-se responsável por inúmeros distúrbios viciosos, às vezes monstruosos, que acarretam alterações orgânicas  da vida vegetativa, da inervação sensorial e motora, e da estabilidade do encéfalo. A exaltação deste instinto, com todas as reações egoístas que desperta, altera assim não só a vitalidade individual; sendo um dos grandes fatores etimológicos de todas as moléstias, como ainda compromete a descendência, pela degenerescência de uma prole, saído de genitores já enfraquecidos pelos excessos sexuais. Torna-se fatal a transmissão hereditária, de uma vitabilidade neuropática anormal, e de grande numero de cerebropatias, das quais as mais comuns são a idiotia, a demência precoce e a psiconeurose epiléptica.

 A disposição a idiotia, nota-se muito comumente na puberdade, com a entrada em cena do instinto, que até ai dormia, caso uma conveniente educação não tenha conseguido  normalmente orienta-lo. O adolescente torna-se distraído, com pouca inteligência, desmemoriado, com fraca capacidade de síntese; só se preocupando com as minúcias que facilmente conduzem às obsessões. Sobrevive a retração do caráter, as angústias e o definhamento corpóreo. Com o decorrer, surgem as graves alterações cerebrais da demência precoce ou loucura, incontestavelmente  ligadas aos distúrbios iniciais do instinto sexual; confirmadas, pelas alucinações, manifestações demoníacas de íncubos e súcubos. A satiríase e a ninfomania, não manifestações físicas destas exaltações. Os epilépticos são grandemente sexuais.

         As alterações sensoriais e motoras que são sempre acompanhadas levam os neurologistas a considera-la como simples nevrose, no entanto os psiquiatras com mais propriedade, enquadram-na entre as psiconevroses.
Uma das maiores preocupações morais do sacerdócio católico da Idade Média, foi a repressão do instinto sexual, pela celebração da castidade. E ao mesmo tempo os católicos operaram a dignificação feminina, promovendo o casamento indissolúvel, que defendia a mulher contra as inconstâncias caprichosas do homem. Hoje a desordem moral traz o surgimento de uma nova geração que tende a provocar a destruição de sua própria espécie.
    
         Finalmente vamos solicitar aos Professores de História, e outros homens cultos, para enriquecer a parte histórica – Grécia Antiga e a Queda do Império Romano, no que tange as orgias, aos homossexuais e suas influencias nas crises Governamentais da Época.

        Sem mais para o momento, e esperando ter atendido ao pleito daqueles que tinham interesse em saber a opinião científica, sobre este tema da homossexualidade em sociedade, me despeço, desejando,

            Mas cabe aqui uma ressalva, cada um escolhe o destino que deseja quanto ser homossexual ou não, mas o que não pode é desrespeitar as leis naturais, que harmonizam a evolução pacífica da Humanidade.

            Saúde, Respeito e Fraternidade,
                 Paulo Augusto Lacaz
       
                  

BIBLIOGRAFIA CONSULTADA: 

1)   Compendio de Psiquiatria – T. H. Spoerri – Editora Tory - 1965
2)  A ALMA HUMANA – Funções Cerebrais – Dr. Jefferson Sensburg Vieira de Lemos – Psiquiatra –Edição do Autor – 1981
3)  Ano Sem Par - R. Teixeira Mendes – Vice Diretor do Apostolado Positivista do Brasil  - Rio de Janeiro –1900
4)  Sistema de Política Positiva de Augusto Comte - 1854
5)  Harmonia e os Transtornos Mentais 
- http://www.doutrinadahumanidade.com/artigos/a_harmonia_mental.htm
- http://www.doutrinadahumanidade.com/artigos/aos_psiquiatras.htm
6) Responsabilidade das Religiões
 - http://sccbesme-humanidade.blogspot.com.br/2012/07/responsabilidade-das-religioes.html

http://facts.randomhistory.com/baby-facts.html


Nota:

Idiotia:  Predomínio das imagens exteriores da percepção sensorial sobre as imagens interiores, sob a passividade da concepção. É o vício inverso à loucura, em que predominam as imagens interiores. POLITIQUE, III,24

Loucura: Desequilíbrio em que as imagens interiores produzidas pelo cérebro são mais nítidas e fortes do que as imagens exteriores recebidas pelos sentidos, provocando a alucinação. Essa teoria foi explicada por Comte para demonstrar sua própria recuperação após a violenta crise nervosa que sofreu ao iniciar a redação do Cours de Philosophie Positive em 1826. POLITIQUE, III,24
       
                  

Friday, August 21, 2015

Paulo Augusto Lacaz has shared - Send Your Name on NASAs InSight Spacecraft


I just sent my name to fly on NASAs InSight lander, scheduled for launch in March, 2016!

The InSight lander will listen to the heart of Mars to find the beat of rocky planet formation.

Get Your Own Boarding Pass On NASAs #JourneyToMars!

Send your name here:
http://

From,
Paulo Augusto Lacaz


Prezados Amigos,

Agora de forma jocosa, para aliviar as pressões psíquicas e orgânicas, já estou procurando um lote em Marte!

Meu nome segue para cadastramento no loteamento do Planeta Marte. 

Vou tentar pregar a Societocracia Republicana por lá, pois por aqui a corrupção parece não ter fim!

Saúde, com respeito e fraternidade,
   
Paulo Augusto Lacaz

Thursday, August 20, 2015

A SEPARAÇÃO DOS PODERES

 

A Separação Normal entre o Poder Temporal e a Autoridade Espiritual, desconhecida até aqui em todas as concepções renovadoras, encontra-se sempre, no fundo de cada grande problema moderno, como a ÚNICA SAÍDA DA HUMANIDADE. Augusto Comte. Política Positiva, Vol. I, pag 157.

A plena liberdade de exposição e de discussão, deve ser estabelecida, não como um direito anárquico, mas como GARANTIA DE ÓRDEM E MEIO DE REGENERAÇÃO. Augusto Comte. Política Positiva, vol. IV, pag.384

A Separação entre o Poder Temporal e a Autoridade Espiritual, constitui o princípio capital da Política Moderna, e a garantia de todas as liberdades. Augusto Comte – Apelo aos Conservadores.



                Para os Inteligentes, Instruídos, Educados, Cultos e Estadistas desta tão perturbada Nação Brasileira; solicito que leiam um artigo editado no Jornal do Comércio, de 17 de Junho de 1955, em um Domingo – do Positivista C. Torres Gonçalves; para terem uma noção simplificada, sobre este tão importante tema, com base nas ciências Sociologia e Moral Positiva.

            Para esclarecer alguns termos, segue abaixo, as explicações devidas, e o artigo do Jornalista Pedro Porfírio, da TRIBUNA DA IMPRENSA sobre o tema Rio de janeiro, quinta-feira, 17 de outubro de 2002 –.

.
            Sem mais para o momento, desejo-lhes,

            Saúde, com respeito e fraternidade,
                        Paulo Lacaz / Positivista

 Poder Espiritual

É o governo das opiniões, pelo prestígio filosófico, em liberdade.  Existe em todas as sociedades, ficando na antiguidade sempre unido ao poder político, temporal. Na Idade Média o catolicismo, pela primeira vez na história, separou o governo espiritual do poder temporal, por ficar o poder material então dividido em cada feudo.  A ditadura e a tirania não podem substituir a filosofia no governo da opinião sob plena liberdade.
POLITIQUE, IV, pag. 176

 Poder Temporal
 É o governo material, nitidamente identificado na sociologia de Augusto Comte como a coordenação dos  atos  em política,  em contraposição ao controle das idéias, do conselho, das opiniões, cujo governo é chamado de poder espiritual.  A independência do poder espiritual é a grande preocupação de Augusto Comte, o que conduz á preservação das amplas liberdades individuais e públicas na ciência política.  Ao falar em  “separação dos dois poderes”,  o filósofo do positivismo está repetidamente propondo a mais ampla liberdade.  Desconhecer a identificação desses poderes e sua necessária independência constitui a característica básica do pensador autoritário, totalitário, TIRÂNICO.  Mesmo sob um regime político eleitoral.
POLITIQUE, II, pag., 194, 315

Política

 É a arte de governar, tanto as ações como as opiniões. Deverá ser guiada por um estudo abstrato da sociedade, a sociologia, capaz de elaborar o projeto de governo mais adequado, obedecendo a princípios, leis ou tendências firmes e certas, capazes de prever e determinar o sucesso ou o fracasso da ação política.  A aplicação da teoria sociológica abstrata conduz à ciência política, como normatização do governo social, para estabelecer o regime político mais adequado. Em política reconhecem-se dois poderes: o temporal ou material e o poder espiritual, relativo às opiniões.   Esses poderes devem ser independentes, para assegurar a indispensável liberdade. Separar os poderes em política assegura a liberdade de pensamento.
POLITIQUE,  IV, pag,93


Rio de janeiro, quinta-feira, 17 de outubro de 2002 – PEDRO PORFÍRIO – TRIBUNA DA IMPRENSA.

Estupro teológico: a indignação é geral

Jamais imaginei que minhas reflexões sobre o estupro teológico tivessem uma repercussão tão ampla: recebi e-mail até dos Estados Unidos, onde mora um ex-pastor da Universal, Gilmar Gonçalves. Este fez um extenso depoimento sobre as ambições de mando do bispo Edir Macedo. Por ser muito longo, vou fazer uma síntese e publicar oportunamente.
Outros leitores, principalmente os da internet, fizeram comentários enriquecedores, alguns dos quais transcrevo hoje. São contribuições dignas de uma discussão profunda agora, durante o período eleitoral e depois, sem deixar o assunto esfriar. Entre os leitores, há uma sensação de alívio, como se estivessem com um grito parado no ar. Veja o que escreveram:
Nome real ao fenômeno

"Ai... nem acredito que alguém puxou' esse assunto, sem receio, sem medo de `ir para o inferno'!!!!!!
Viva você Porfírio!!!!

E quanta assertividade ao dar o nome real do fenômeno: estupro teológico!
Eu estava me sentindo um fusquinha atropelado por uma jamanta.

E, por favor, atenda esse pedido de uma leitora anônima, que consegue resolver os problemas físicos, emocionais e espirituais sem recorrer aos pastores, aos padres e demais militantes do mundo teológico.
Prefiro ir até Deus (na crença preciosa de que Ele, pelo menos, vai mandar alguém me ouvir) para agradecer, no íntimo de uma oração matutina, de olhos fechados... e, às vezes, confesso, para pedir. Descaradamente, também peço!!! E, incrível, quase sempre consigo. Sem padres, sem pastores, sem fanáticos servindo de intermediários, como se eles fossem melhores do que eu!

Meu último pedido... bem... foi para ter consciência na hora de votar. Mas, como sempre, Ele me respondeu a mesma coisa: consciência não é presente divino. Pedir por consciência é como pedir um corpo malhado sem nunca fazer exercícios. Contra as regras celestiais esse tipo de pedido.

Consciência é labutada, adquirida, pensada, suada, sofrida. Pode-se começar pelos princípios. No caso das eleições, o princípio principal funcionaria assim: o que é melhor para o país é mais importante do que é melhor para mim. Segundo princípio: respeitar sempre a escolha do outro.

E, Deus que me perdoa ambos estão sendo sacrificados pela religiosidade estupradora. Desculpe o desabafo. E vai o pedido (finalmente!): continue com esse assunto. Por favor!!!!"

Graça Melo, Brasília.
Mercenários da religião
"1- No momento, acho muito mais preocupante a atuação dos "Evangélicos" (incluso o, e a, Garotinho/a), do que o Prona.

2 - Seu artigo comprova isto. O "bispo" Edir Macedo e asseclas são mercenários da religião e já avançaram assustadoramente... com a omissão, ou cumplicidade, da era FHC, a chamada ditadura (ditamole) democrática.

Abraços


Mario Artur Melo Sá Santos Silva.

São Paulo, 14/10/2002".
"A continuar nessa marcha de avanço político das igrejas e seitas evangélicas, com mais uns 10 anos elas terão estabelecido um governo teocrático fundamentalista no Brasil cerceando liberdades e espalhando terror religioso. Ou na melhor das hipóteses, estarão determinando quem ganha ou quem perde as eleições. Aliás na conjuntura atual, isto está já bem definido. Estabeleceram um corporativismo político-religioso, disseminam o temor e despertam o respeito dos dois concorrentes à presidência. Quais serão sua exigências para o apoio? Houvesse no Congresso um número de padres e bispos católicos deputados e senadores como os têm os evangélicos com os seus `pastores e bispos', a Igreja Católica estaria sendo malhada inapelavelmente".
Roberto Abdian

Tupã - SP
Os vendilhões do templo
"Prezado Porfírio,

Parabéns pelo tema e a excelente colocação. Muito interessante que, um pouco antes de eu ler o seu artigo, eu estava comentando esta questão com minha esposa. Lembramos a passagem de Jesus e os Vendilhões do Templo.

Nunca tivemos luta religiosa no Brasil (religião com religião). Mas, com estes posicionamentos' dos evangélicos, temo pelo futuro.

Hoje as duas nações de predominação protestante elegeram as bestas', e estão querendo pôr fogo no mundo. Fui criado por pais protestantes, até os 20 anos, em uma das igrejas mais sérias e éticas, entre todas (Congregação Cristã no Brasil). Seus pastores (Cooperadores e Anciões) não recebem nada da igreja, vivem de per si, e ajudam de si mesmos quando são empresários. Não se ligam a nenhum conclave, porque tudo o que buscam, para a alma e para a vida, advém da fé, na relação com o Espírito Santo.

É muito rígida e tem muito apego aos formatos (mandamentos) 2 mil anos atrás. Mas, traz junto com sua pureza, um certo sofrimento à sua juventude.

Já me libertei de tudo isto. Hoje eu sou algo como Universalista', na falta de uma melhor expressão, para traduzir esta bem-aventurança, que é, enxergar a obra de Deus, como ele mesmo. Isto é, a permissão.

Preocupa-me se as correntes Católicas, Espíritas, etc. começarem a se mobilizar e também criarem  seus `sindicatos'. Enfim, é o inferno se estabelecendo, por quem mais o combate (em palavras).

Não incorporam, na prática, os ensinamentos básicos e óbvios, da tolerância, do amor incondicional, sem se preocupar com cargos ou quaisquer outras benesses. Graças a Deus, que nosso povo é muito pacífico, porque já atiraram a primeira pedra, chutando a `santa'.

É lógico que não estou aqui combatendo os seus adeptos, cordeiros, de boa e muita fé. Mas, já está chegando a hora destes cordeiros passarem a andar de pé, guiando-se apenas pela luz de Cristo, e evoluir desta condição de quatro', sem visão, guiados por `pastores' mancomunados com seus interesses pessoais, de glórias, poderes (políticos), vaidades e muitas bem-aventuranças $$$.

Fazendo coro com a nossa companheira, Graça Melo do "Instituto do SOL" (presidido pelo Prof. Bautista), continue com a temática.

Um grande abraço,


Josué Borges".


Caro Senhor,

Muito bem, é mais uma desgraça, para o povo brasileiro. Esta das Igrejas se meterem com o Estado, só dá mais desgraça. Sem mais para o momento, desejo-lhe, Saúde, com respeito e fraternidade,

Paulo Lacaz/Positivista.


MAÇONARIA

                                                           Bananal,  5 de Bichat de 210
                                                                                                                      Bananal, 7 de dezembro de 1999

                        À 

                              Loja Maçônica Grande Oriente do Brasil

 Prezado Senhor  Gran Mestr

                                      Desembargador Dr. F. M. Pinto

                        Vivo  aproximadamente à três anos, em Bananal – SP, ao lado de uma Loja Maçônica, que se reuni  de 15 em 15 dias; e por ser vizinho pacífico de muro,  me dou bem com a maioria, e dentre estes, surgiu uma maior simpatia pelo Sr, Egnaldo Mendes Leal ( O Baiano), que costuma trocar algumas idéias, e também  escuta sabiamente, as bases  filosóficas do Positivismo, que adotei como minha Doutrina, a mais de 8 anos.

                        No último encontro que tivemos, no dia 4 de Bichat de 210 (6/12/99), este me convidou, para  apreciar, em sua residência de campo, ao caminho do Sertão da Bocaina, junto à lareira, uma fita de vídeo, sobre a comemoração dos 175 anos da existência da Loja Maçônica Grande Oriente do Brasil, em nossa Pátria.

                        Parabenizo pelo grande conclave realizado, por esta comunidade filantrópica, que mantendo a sua tradição, procurou mostrar  suas intenções, de grande valor  e de elevado espirito Moral, que muito faz falta hoje em dia.

                        Em muitos princípios somos comuns, no entanto em muitos outros somos divergentes, mas nos fluxos das intenções, comungamos com os mesmos objetivos, e com uma resultante saudável.
                       
Exemplo : Os maçons adotam  o sobrenatural e a metafísica, os positivistas o científico, para todas as explicações.

Amamos a Família, a Pátria e a Humanidade; e a Pátria está acima dos interesses da Família, estamos de pleno acordo.

Os Positivistas Vivem às Claras; os Maçons vivem dentro de cada grau, em segredos diferentes. Optam pelo secreto, os positivistas são avessos aos  secretos.

Os Positivistas vivem para outrem, os Maçons também se preocupam com os outros, pela forma de benemerência. Viver para os Outros, não é somente fazer caridade, para os outros.
                       
                        Os Maçons tem por Lema, A Liberdade, A Fraternidade e A Igualdade; os Positivistas apoiam a Liberdade com responsabilidade e a Independência com responsabilidade; estamos de pleno acordo com a Fraternidade, mas complementamos com a Bondade e a Veneração. Concordamos com a Igualdade de Oportunidades – Mas demonstramos que somente pelas desigualdades humanas, é que ocorrem a unidade (Doutrina) e a união (Família) ; e os Positivista demonstram que somente pela Humanidade, ocorre a continuidade de nossa espécie.

                        A Humanidade é o conjunto dos Seres convergentes do passado do futuro e do presente, que concorreram, concorrerão e concorrem, para a melhoria  do Bem Estar Social do Ser Humano, na Terra e no Cosmos. Entende-se por Seres todas as imagens que são percebidas, pelos 8 sentidos, que alimentam de informações nos nossos Cérebros.

Os Positivistas têm por Lema: O Amor por Princípio, a Ordem Base ( Patronal); O Progresso (Proletário) por Fim (Objetivo).  Viver às Claras e Viver para Outrem.

                        Comungamos, pela Abolição da Escravatura, Comungamos pela Proclamação da República Societocrática); vamos comungar de agora para frente por uma melhoria  dos sentimentos  Altruístas dos Brasileiros, em vista de um Patriotismo mais elevado, de uma Família mais  digna; para sermos também um exemplo para as outras Pátrias, que compõe a Humanidade. 

                        Segue no anexo, o artigo sobre, um resumo da Doutrina Positivista http://www.doutrinadahumanidade.com/Palestra%20AMAN%20IV%20[Compatibility%20Mode].pdf , para o vosso conhecimento. Bem como lhe convido para entrar em minha Home-page www.doutrinadahumanidade.com e na da Associação Internacional Positivista, www.multimania.com/clotilde/urls.htm , localizada em Paris, que me consagrou, devido aos meus artigos, como um Religioso* e um Político Positivista, localizado no Brasil.

                        Gostaria de colaborar com o magnifico esforço dos Senhores, enviando artigos de cunho positivista, no que se refere aos Direitos Humanos, que deveriam ser DEVERES com a Humanidade e Deveres Humanos; complementado pela subordinação dos direitos humanos aos Deveres Humanos, e este último, subordinado aos DEVERES com a Humanidade.

                        O Aborto, que somos totalmente contra.

Os Tóxicos – de diversos níveis; que temos sugestões científicas, com base  na Moral e na Sociologia Positivista, para encaminhar soluções pacíficas à estes problemas.

A Educação dos Sentimentos das crianças; A Educação das Mães e dos Pais; que nada tem a haver com a Instrução. Pois somente através desta Educação dos Sentimentos, comprimindo os instintos egoístas e expandindo os instintos altruístas, melhoraremos  a vida social. Vamos pregar a ternura e não somente a pureza dos Santos.

A Educação pela Veneração promove a desigualdade; devido ao Mérito dos grandes vultos; e não pela igualdade, pela imitação dos Santos.

O Positivismo, não é a favor de regimes do tipo: nazismo, fascismo , comunismo, muito menos a democracia. Somos a favor do Socialismo Pacifista – Sociocracia. Não somos a favor do capitalismo, somos a favor do Trabalhismo. Um estado científico de Regime. Pois hoje vivemos em um estado metafísico de Regime.

Aristóteles já informava que a democracia é caótica, como a aristocracia é retrógrada.

“O Capital tem a sua origem no social e sua aplicação também no social “

Na verdade o que é necessário é modificar pouco a pouco o modo de sentir, pensar e agir da espécie Homo sapiens, para que não se petrifique, em Homo economicus, e que por um simples descuido, passemos  à  Animalis homo.

O Positivismo pode ser Utópico, mas jamais quimérico.

Senhor Gran Mestre, Desembargador Dr. F. M. Pinto, espero que  este primeiro contato, tenha sido suficientemente simpático, para prosseguirmos o inicio de  um forte e consolidado entendimento, e aproveito a oportunidade, para já encaminhar alguns dos meus trabalhos, para o vosso conhecimento.


Sem mais para o momento,

Atenciosamente,
     Saúde, Respeito e Fraternidade,
              P. A . Lacaz / Positivista      


Prezados Senhores Generais Comandantes do Exército Brasileiro,

Boa Noite!

Este Email tem por finalidade esclarecer  este ruido que muitas das vezes surge aqui no Brasil.
    PELO QUE EU SEI AUGUSTO COMTE NUNCA FOI MAÇOM. ELE PODE TER IDO A UMA LOJA MAÇÔNICA PARA CONHECER O RITUAL DESTA ORGANIZAÇÃO, ANTES DE COMEÇAR A ESCREVER SEUS LIVROS. COMO REGISTROU ANTOINE BAUMANN - 1904 - NO SEU LIVRO - O PROGRAMA POLÍTICO DO POSITIVISMO - PAGINA 6 - ONDE EXPÕE - "POR MUITO TEMPO AUGUSTO COMTE PASSOU POR UM MALEFÍCIO DE SER DEMOCRATA REVOLUCIONÁRIO OU ATÉ MESMO POR UM MEMBRO DA LOJA MAÇÔNICA. ELE NÃO HAVIA AINDA SOLENEMENTE ANUNCIADO SUA PRETENSÃO DE REORGANIZAR SEM TEOLOGIA E SEM REIS, E SIM PELO CULTO À HUMANIDADE, ESTA SOCIEDADE CAÓTICA EM QUE VIVEMOS ATÉ HOJE. ELE DESCOBRIU (IDEALIZOU) A SOCIOCRACIA. 

http://www.amazon.fr/programme-politique.../dp/B004TSJ0VO

Augusto Comte teve um discípulo - Émile Littré (1801 - 1881) que mais tarde o dispensou por que ele não compreendeu a ideia do Mestre em criar uma DOUTRINA de cunho científico. Este Senhor usou a Casa de Augusto Comte depois de sua morte (1857) para algumas reuniões de sua Loja Maçônica. Ele já não era positivista e o líder positivista em Paris, na época era Pierre Laffitte, que cedeu o espaço. 

Émile Littré quando tomou posse como maçom estavam presentes nesta cerimônia mais de 3.000 pessoas, pois ele escreveu o melhor dicionário-vocabulário da Língua Francesa, o por isso era bem visto.

Cabe aqui uma ressalva: Muitos Maçons são simpáticos ao Positivismo, no entanto desconhecem a obra no original e não cumprem na sua maioria o comportamento Moral Positivista, ditado pela Doutrina Positivista.

Vide o e-mail que redigi em 1999 - para os Maçons, acima

Sem mais para o momento, desejo-lhes

Saúde, com respeito e fraternidade
Paulo Augusto Lacaz
Presidente 
SCCBESME HUMANIDADE



Tuesday, August 11, 2015

O APOIO RETRÓGRADO E ANÁRQUICO DOS COMUNISTAS AO GOVERNO GREGO

Ao

        CONSELHO DA UNIÃO EUROPEIA,

                                 Prezados Senhoras e Senhores,

O LE MONDE diplomatic em seus artigos sobre a Crise Grega [Como realmente salvar a Grécia http://www.monde-diplomatique.fr/2015/07/A/53238 e "Seu único objetivo era nos humilhar" http://www.monde-diplomatique.fr/2015/08/VAROUFAKIS/53506 ], onde encontramos citações, de que a principal intenção dos Líderes da União Europeia e do FMI, têm por finalidade desejar a Humilhação da Grécia e do Povo Grego; bem como, o Governo Grego apresenta um Plano B, insustentável para evitar novos calotes, achei por bem, alertar aos Senhores do Conselho da União Europeia, com argumentos positivos ou científicos de Sociologia e Moral, para esvaziar o que estes retrógrados e anárquicos Comunistas Europeus, em suas mídias, propagam para destorcer as realidades dos fatos.
Como este jornal é de esquerda e contraria meus princípios básicos de Organização de Estado e forma de Comercialização e de Produção Industrial, cito Augusto Conte, onde ele diz: O Comunismo é o último estado verdadeiramente honroso e perigoso do conjunto dos instintos revolucionários – Política Positiva, Volume IV, pagina 475. – e finalmente, em carta dirigida ao Operário Bosson, em 18 de janeiro de 1856, onde Augusto Comte fez o julgamento do Comunismo; dizendo:

" Vossa carta de anteontem testemunha-me tal confiança, que se torna merecedora de que eu vos assinale, com benévola franqueza, o mau caminho que estão vossas aspirações sociais, por muito imbuídas das mais atrasadas das escolas revolucionárias atuais. Do projeto que submetestes à minha apreciação, não posso aprovar, senão as intenções; porque todas as opiniões ali emitidas são ao mesmo tempo, estreitas e vagas, embora estes dois vícios pareçam incompatíveis. Como Louis Blanc e outros análogos, quereis organizar a existência industrial, isolando-a da vida intelectual e moral, não obstante a indivisibilidade necessária da questão humana ou social, na qual todos os aspectos de nossa natureza devem ser simultaneamente abraçados. Em síntese, parece não sentir que a revolução ocidental só pode terminar pelo estabelecimento da religião universal (Doutrina Universal) única capaz de disciplinar, consagrando. Quereis soluções imediatas e radicais, coisas contraditórias, donde não podem sair, senão concepções tão retrógradas quanto anárquicas.

Com efeito, chegas-te como os comunistas, a conceber a indústria, sem chefes industriais, dirigida somente por comissões de trabalhadores. Por ai se vê que desconheceis o grande passo dado na Idade Média, com a divisão espontânea, que então, surgiu entre os chefes trabalhadores, divisão essa sobre que repousa, necessariamente, toda sã organização do trabalho humano, contanto que esta base seja dignamente sistematizada e ligada à regeneração universal. A eliminação das antigas incorporações, no começo da grande crise – Revolução Francesa de 1789 – não foi como supões uma operação viciosa, por quanto as operações industriais já tinham então prestados todos os serviços temporários que lhes competiam, e não podiam senão entravar a organização definitiva e a justa liberdade do trabalhador. Todavia, a vossa vaga tendência para as corporações populares, indica que não aprendes-te a verdadeira solução. Em lugar das associações restritas e passageiras que te projetas o que for preciso, é organizar a corporação imensa e permanente , que tenda a formar em toda Terra, um proletariado essencialmente homogêneo, não obstante a diversidade das profissões e mesmo das Nações. Mas isto, logo supõe que os proletários permanecerão puramente trabalhadores, sem pretenderem jamais se transformar em chefes industriais, individuais ou coletivos, deixando sempre a direção industrial, na mão de um estado-maior concentrado, rico, poderoso e respeitado, capaz de suportar a responsabilidade de sua missão social. É necessário, além disso, que os trabalhadores e os chefes industriais, recebam até a maioridade, a educação enciclopédica, a única que pode garantir a felicidade e a dignidade de todos, fazendo sempre prevalecer um de acordo com a verdadeira opinião pública, uma moral capaz de ditar , os respectivos e recíprocos deveres dos ricos e dos pobres ( não existe milionários e miseráveis) . Assim não se pode deixar de reconhecer que toda regeneração social, deve finalmente depender de uma Religião Positiva ( DOUTRINA POSITIVA), aplicada e desenvolvida por um digno sacerdócio( Estudioso das Obras Científicas). Fora deste caminho, só se pode chegar as medidas insuficientes e tirânicas, tão contrárias ao Progresso como a Ordem.

Como me pareceis capaz de adotar esta direção pacífica e decisiva, lhe envio um exemplar do Catecismo Positivista, cuja terceira parte, especialmente relativa ao Regime, vos emancipará, assim o espero, das utopias revolucionárias.

Escrevi este opúsculo, para iniciar as Mulheres e os proletários na Religião Universal (DOUTRINA UNIVERSAL), que se acha hoje plenamente instituída, se bem que seja ainda pouco conhecida, em consequência do culposo silencio da Imprensa Periódica. Se esta leitura vos abrir o caminho da Ordem (Patronal) e do verdadeiro Progresso (Proletário), estarei disposto, de acordo com meu dever geral, a vos dar os esclarecimentos especiais que vos parecerem necessários."

Caso o poder econômico mundial, que propôs esta ideia de comunismo para a Rússia de Lenine (1917), tivesse tido cultura científica em Sociologia e Moral Positivas, emanada pelo Positivismo não Ortodoxo, o rumo e o destino do Mundo teria sido outro. A Suécia no século retrasado sofreu uma grande influencia do Positivismo - com Anton Nyström -https://sv.wikipedia.org/wiki/Anton_Nystr%C3%B6m , mais para o lado político trabalhista, onde foi Ministro do Trabalho] ; Mas cabe aqui também deixar registrado, que a Democracia é o pior dos regimes políticos para certas Nações. Mas vamos ser honestos, o Povo jamais irá ao poder; e se for, o caos será instalado. Isto é uma farsa, por isso Augusto Come já definia que “o termo Democracia, deve ser eliminado, como vago, impróprio e subversivo”. Aristóteles em A POLÍTICA, já dizia que a democracia é o pior dos regimes, pois favorece a subida ao poder do pobre, que para ficar rico rouba; e nada propõe de novidade para melhorar os mais pobres, troca sempre os “ministros”. Vide artigo sobre o tema: http://www.doutrinadahumanidade.com/…/democracia_e_societoc…

– Mas, a liberdade democrática tem que ser preservada – Mídia Livre – com responsabilidade Moral e Social.
- A Maioria nunca teve razão, acerta por acaso.
- E quanto à operacionalidade monetária, optamos pelo Sistema Capitalismo Policiado.

Reforçando minha posição, para o Caso da Crise Grega – 2015 deixo meu trabalho, que já foi recebido pelos Senhores, para ser lembrado:

Sem mais para o momento, permanecemos à disposição para quaisquer informações adicionais, desejando-lhes,

Saúde, com respeito e fraternidade,